Dra. Evandra moura Rabello | crm-sp 80034
Assine a newsletter da DRa. Evandra
5515 3034-3545 | 5515 3031-0008 | Rua Antônio Carlos Cômitre, 525 - conj. 45 - Campolim
Pré-agendamento consulta
Preenchimentos

Método utilizado para atenuar rugas, pois insere sob estas uma camada de "recheio", provocando a diminuição da profundidade e do aspecto “quebrado“ que a ruga promove na superfície da pele.

Podem ser utilizados materiais autólogos (da própria pessoa), como o autocolágeno e a gordura, ou materiais heterólogos, sintéticos.

Os sintéticos podem ser de origem animal ou inteiramente sintetizados em laboratório, dividindo-se em reabsorvíveis (temporários) ou inabsorvíveis (definitivos ou de longa duração), conforme a capacidade que o organismo tem de, ao longo do tempo, eliminar o implante do local onde foi aplicado. 

Exemplos: 

ÁCIDO HIALURÔNICO (Restylane, Perlane, Finelines, etc.)

"Açúcar" semelhante ao ácido hialurônico natural da pele humana, sintético, esterilizado, usado para corrigir rugas, cicatrizes e aumentar lábios. É aplicado com agulha, sob anestesia local ou cutânea (creme anestésico).

Como não é de origem animal, não necessita de testes alérgicos. Sua ação é prolongada, com eficiência imediata: resultados na hora, que duram de 5 a 8 meses, até um ano. Deve ser evitado em grávidas, crianças, pessoas que usam anticoagulantes e portadores de doenças do colágeno.


ACRILAMIDA, METACRILATO ou PPMA (Artecoll e Metacryll)

Molécula semelhante ao acrilato utilizado em próteses dentárias, quimicamente inerte, biocompatível, que serve para preencher rugas, cicatrizes, arrebitar o queixo ou nariz e corrigir o contorno facial e da orelha.

É aplicado com agulha, sob anestesia local ou cutânea (creme anestésico).

Ação prolongada por cerca de 4 anos ou mais, com encapsulação do produto, o que evita migração.

Pode gerar, em certos casos, reações tipo granuloma, corpo estranho ou quelóide, daí a necessidade de teste alérgico prévio, bem como técnica apurada na colocação do implante na camada correta da pele.

Contra-indicado em grávidas, crianças e pessoas que usam anticoagulantes.


POLIMETILCARBOXICELULOSE (Outline)

Gel sintético e reabsorvível de poliacrilamida, produzido na França, utilizado para aumento tecidual, com a finalidade de corrigir linhas de expressão e rugas, aumentar os lábios e preencher depressões cicatriciais.

É aplicado com agulha, sob anestesia local ou cutânea (creme anestésico).

Tem ação por cerca de 18 meses, deixando uma rede de colágeno natural no local após ser reabsorvido, diminuindo a quantidade necessária de produto a ser utilizada nos implantes e preenchimentos futuros.

Não deve ser utilizado por pessoas com doenças auto-imunes, nos imunossuprimidos, em locais com infecção cutânea em evolução e nos casos de herpes ativa.

Não apresenta estudos para utilização em gestantes ou durante a lactação.

Deve ser utilizado com cautela em pessoas que estejam usando anticoagulantes, pelo risco de hemorragias e hematomas.

Evitar uso de álcool e drogas, bem como exposição solar, no dia da aplicação e por cerca de 4 dias após.

Após a aplicação pode haver edema e vermelhidão, que desaparecem em 24 ou 48 horas.


LIPOLIFILLING (Gordura)

Lipoescultura de preenchimento, realizada com gordura da própria pessoa, retirada de uma área doadora sob anestesia local e injetada na área receptora também sob anestesia local.

Indicado para dorso das mãos, sulco nasogeniano, região malar, lábios e depressão do lábio mentoniana.

Procedimento feito em 3 ou 4 etapas, com intervalo médio de 45 dias entre elas, e manutenção anual.

Uma parte do volume pode ser reabsorvida, mas há formação de colágeno no local.

Após o procedimento pode ocorrer infecção, necessitando o uso de antibióticos.

Contra-indicação absoluta para grávidas, com avaliação das outras situações para análise das condições cirúrgicas.


PTFE (Politetrafluoroetileno), GORETEX ou SOFT FORM

Material inerte, durável, utilizado em cirurgias cardíacas/ortopédicas/vasculares, utilizado em estética para correção de rugas glabelares, sulcos nasogenianos, aumento labial e sustentação da face (dermossustentação).

Colocado após anestesia local, através de pequeno corte na pele.

Há grande edema após a aplicação, assim como hematomas, podendo haver infecção e extrusão/rejeição do material, bem como deslocamento do implante (devido à dificuldade em fixá-lo).

Contra-indicações: as gerais para todos os implantes.

Uma vez colocado, o implante tem grande período de durabilidade.